recent

A Barbie que há em nós

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Recebi a minha primeira Barbie com 5 anos, era a Barbie noiva, uma herança das minhas irmãs. Durante algum tempo foi a minha única Barbie e eu adorava-a com todo o meu coração.

Com 6 anos recebi um presente muito especial: uma casa de bonecas de 3 andares feita pela minha irmã! A partir desse momento tive a certeza que a minha Barbie noiva precisava de roommates! :) A minha coleção foi crescendo e o sótão de casa dos meus pais tornou-se numa verdadeira cidade de bonecas onde todas as minhas amigas vinham brincar.

No meu tempo as Barbies eram todas iguais, hoje em dia são maravilhosamente diferentes umas das outras, já não existe um conceito de beleza formatado e a diversidade é celebrada. E, tendo em conta este lema, surgiu uma das coleções mais esperadas de todos os tempos : Make B. Barbie Edition d' O Boticário. Dito isto, creio que conseguem imaginar a minha felicidade quando recebi no correio uma caixinha que celebra a boneca mais amada do mundo!!



Esta é uma coleção em tons rosa e roxo, combinando a cor dos batons com os vernizes, bem ao estilo da Barbie que há em cada uma de nós! :) A coleção é composta por 1 perfume, 7 vernizes e 7 batons matte. O packaging com riscas pretas e brancas reflete a inspiração na coleção Barbie Fashionistas.


O perfume apresenta notas predominantemente florais com um toque amadeirado. É um perfume extra feminino, sem se tornar enjoativo, e o seu frasquinho é digno de colecionador!


O meu batom e verniz são na cor Power Pink, um rosa profundo com um toque de cereja. O batom é  matte, sem ressecar os lábios, e apresenta uma cobertura perfeita. 

O verniz é de secagem rápida e a unha fica perfeitamente coberta com apenas uma passagem do pincel.


Esta é uma coleção que vai despertar a miúda que há em nós, trazendo cor aos dias frios desta estação! A coleção é tão gira que até o Ken decidiu dar uma espreitadela! ;)


Eu fiquei de olho nos restantes batons da coleção (não resisto aos rosas)! E vocês? Têm favoritos?

PS. O meu sincero agradecimento à Barbie Raquel, Barbie Catarina e Ken Cristiano que foram os modelos perfeitos desta sessão fotográfica. :P Um beijinho à minha sobrinha Filipa por me ter emprestado as suas bonecas e por ter participado com entusiasmo na realização deste post! :)

Dimples - O significado

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Dimples (em português covinhas) é uma das características físicas que melhor me define. O meu avô tinha covinhas, assim como o meu pai, a minha irmã mais velha e eu. É uma herança impressa na nossa pele, que fica para sempre.

Quando resolvi mudar o nome do blog fi-lo com a certeza que em 6 anos tudo mudou na minha vida e que para dar continuidade a este projeto teria de encontrar um nome que refletisse aquilo que sou. 

O Dimples representa muito mais do que a sua definição literal descreve. As covinhas são um "defeito" hereditário do músculo facial e, paradoxalmente, são pequenos detalhes que embelezam o rosto. As covinhas parecem existir para nos lembrarmos que o que nos torna especiais são as nossas imperfeições. 

Este é o blog das pequenas coisas que tornam a vida mais bonita. É o blog onde as imperfeições, defeitos e problemas estão cruamente expostos, porque com eles vêm as lições que também fazem parte do lado bom da vida.

Espero que continuem desse lado! :)

Um beijinho e até já!


A temível batata doce

domingo, 3 de dezembro de 2017


Pensem numa mulher com os nervos esfrangalhados graças a uma batata doce! Sou eu, prazer.
Vou contar-vos a história de um fatídico dia em que quase perdi o meu namorado graças a este maravilhoso legume.

Ora bem, há pouco mais de 1 mês o meu querido R. resolveu fazer chips de batata doce, nada de novo por enquanto. Para tal resolveu utilizar a nossa nova mandolina. Para quem não sabe, uma mandolina é um utensílio de corte de legumes, a nossa assemelha-se a uma máquina de tortura medieval, com 357.734 diferentes tipos de corte.

Pois bem, o meu rapaz decidiu cortar finamente a batata doce na mandolina mas sem a proteção para as mãos (inteligente, eu sei!). Quando eu, inocentemente, chamei a sua atenção para o que estava a dar na televisão, eis que o rapaz se distrai e lá vai um dedo. Um BIFE minha gente, um dedo com corte até às profundezas que sangrava todo um rio. Com toda a calma do mundo estancamos o sangue e desinfetamos a laceração até que o meu caríssimo companheiro de vida tomba sobre a mesa. Desmaiado. A revirar os olhos. Apagado. Um homem que nunca fica doente, que aguenta todas as intempéries desta vida. Perdi 7 anos de vida e envelheci 10 com a tensão do momento. Lá veio o INEM e agora tem de fazer curativos até nascer novo bife no dedo.

Sei bem que estão a pensar "Pff, cortou-se porque utilizou mal a mandolina!!" ou pior "Tu é que o distraíste!!". Mas, minhas amigas, juro-vos que a culpa é da batata doce: o seu nome manifesta suavidade, mas é dura como o raio; a sua casca parece fina e fácil de tirar, mas parece colada com cianoacrilato.  Se isto não for o suficiente para que repudiem este legume, devo acrescentar que recentemente cruzei-me com uma médica que tinha levado 7 pontos na palma da mão a cortar uma batata doce. SETE PONTOS.

Sou caso único? Ou também vocês têm uma relação de amor-ódio com a batata doce?

Os mais lidos

Dimples Blog © . Template by QUINN CREATIVES .